E olho pro céu pra acabar com o sofrimento
E a sorte vai vim é só questão de tempo
Se a vida é justa já não é problema meu
E eu vou fazer o quê
Se foi Deus que me deu

Eu nem tô ligado
Se tu vai gostar
Eu já sei o preço
E o que eu preciso tomar
Fui predestinado
Sei o meu lugar
E hoje a sorte, ela vai me abençoar

Eu tô blindado tô
To preparado tô
Tem nego que chorou
E nunca me alcançou
E olha onde o "boy" chegou
E olha onde o "boy"
E olha onde o "boy" chegou
E olha onde o "boy"

Olho no espelho
Rosto quadrado
E o abdômen no rumo
E o plano se torna frustado
Quando você tenta agradar todo mundo

Solidão que bate
Mesmo com 100 quilos
Hoje eu não sei se tem gh
Não sou o maior
Nem o melhor
Mas sei onde eu quero chegar

Bem sucedido
Carro do ano
Destino bem promissor
Moleque humilde
Que hoje faz fama
Com o corpo que sempre sonhou

Mesmo com mulheres
E muita grana
O silêncio da noite é cruel
Foi tanta "vagaba"
Sem coração
Que eu já tenho
O meu lugar no céu

Não vou reclamar
Tinha mesmo que ser
Tempos difíceis melhor esquecer
Gigante, quadrado, hormonizado
Olho pro céu prefiro agradecer
Shape dos gringo
Hoje lembrado
Qual a mulher que não olha pro lado?

Fiz minha parte
Fui abençoado
E a vida mostrou
Pra que eu fui criado

Eu nem tô ligando
Se tu vai gostar
Eu já sei o preço
E o que eu preciso tomar
Fui predestinado
Sei o meu lugar
E hoje a sorte ela vai me abençoar

Eu to blindado tô
To preparado tô
Tem nego que chorou
E nunca me alcançou
E olha onde o "boy" chegou
E olha onde o "boy"
E olha onde o "boy" chegou
E olha onde o "boy"

Um dialeto sensato
Quem diria
Bater de importado
Nem eu mesmo sei
Da onde que veio
Tando dinheiro
Mas hoje eu to "boy"

Tanto faz
O quanto eu sofri
Dias sem sorte
Noites sem dormir

Vai me jugar
Falar que foi fácil
Eu não tenho culpa
Pelo seu fracaço

Mente viaja
Focado na grana
Troco vagabunda
Por mais trembolona

Que era escasso
Hoje tem de sobra
E um cara de sorte
Sempre incomoda

Sem sentimento na cama
Se torna vazio
Mesmo com grana
Qual a mulher que num jura que ama
E no outro dia, já te difama
Ingratidão regrado a ternura
Se ta doendo
Servil carapuça
Não se preocupa
Eu não quero saber
Você sabe oque é melhor pra você

E o preço é cruel
Mesmo no céu
Tu num é ninguém
Sem peixe de papel
Troca de favores
Até pra crescer
Sem gh
Quero ver tu vencer

E a sorte não é diferente nego
Você tá disposto a viver o que sonhou?
Hoje ninguém vai tirar o que é meu
Fazer o que se foi Deus que me deu
Olho pro céu e agradeço
Se hoje eu tenho
É porque eu mereço
Nunca é tarde pra um recomeço
Nada mais justo que o próprio tempo

Eu nem to ligado
Se tu vai gostar
Eu já sei o preço
E oque eu preciso tomar
Fui predestinado
Sei o meu lugar
E hoje a sorte ela vai me abençoar

Eu to blindado tô
To preparado tô
Tem nego que chorou
E nunca me alcançou
E olha onde o "boy" chegou
E olha onde o "boy"
E olha onde o "boy" chegou
E olha onde o "boy"

Olho pro céu pra acabar com o sofrimento
E a sorte vai vim é só questão de tempo
Se a vida é justa já não é problema meu
E eu vou fazer o quê
Se foi Deus que me deu

Vídeo incorreto?