Sou um matuto, casado
Pai de familha
Não largo minha Maria
Faça chuva ou faça sol
Zé Sanfoneiro
Amigo e compadre meu
Inventou de levar eu
Para o tal de um forró
Já de noitinha, acendi o lampião
Arrastei o pé no chão
E cai dentro do fuá
Uma cabocla
Pendurou-se em meu cangote
Mandei Zé tocar um xote
E me danei a vadiar
Ao som da concertina
Eu vi o nascer o sol
Grudado na menina
Toquei fogo no paiol
Sou um sugeito
Que não gosta de imbuança
Mas chegando em uma dança
Não tem hora pra parar
Pego pesado, trabalhando noite e dia
Num gosto de ingrisia
Gosto mesmo é de dançar
E se a cabocla
Pode remecher sem medo
Eu só saio desse foguedo
Quando ver nascer o sol
Teu remelexo me deixa daquele jeito
Queima dentro do meu peito
E toca fogo no paiol
Ao som da concertina
Eu vi o nascer o sol
Grudado na menina
Toquei fogo no paiol

Vídeo incorreto?