Tenho Sede
Tenho sede de Ti,
Eu tenho, faminto
Carente aflito

Por tua presença,
Esta paz que vence a guerra
Que transpõe as eras
Eu me sustento nela
Mata a sede de minha alma

Eu irei alem do que meus olhos podem ver
Com as águas do teu rio vou correr
Remar contra o mundo

E seguir neste rio de amor
Eu mergulho esta fonte é meu tudo
A terra seca vai florescer

Por onde essa água correr
Histórias irão mudar
Tenho sede só Tu podes me saciar

Vídeo incorreto?