Estou perdendo você.
Está fugindo das minhas mãos.
Tapeando o coração.
Esse caipira matuto.
Você partiu, bateu asas
E foi pousar noutro ninho.
Onde era o nosso ranchinho
Vive um caboclo sozinho.

A seca chegou no sertão.
Está matando o gado e toda a plantação
Sem dó nem piedade.
Igual você matou, o meu coração.

Viola que tão triste chora.
O violeiro também chora porque fui embora.
Esse choro amargo não vai terminar
Porque você não vai voltar.

Estou perdendo você.
Está fugindo das minhas mãos.
Lapeando o coração.
Esse caipira maluco.
Você partiu, bateu asas
E foi pousar noutro ninho,
Onde era o nosso ranchinho
E viu um caboclo sozinho.

A seca chegou no sertão.
Está matando o gado e toda a plantação
Sem dó nem piedade
Igual você matou, o meu coração.

Viola que tão triste chora.
O violeiro também chora porque fui embora.
Esse choro amargo não vai terminar
Porque você não vai voltar.

Vídeo incorreto?