Vou,
Eu vou riscar do caderninho,
Aqueles versos de carinho,
Que eu fiz prá lhe entregar.
Vou mudar de apartamento,
Pois aqui eu já não aguento,
Da janela mais te olhar.

Não,
Eu não vou mais ser tão bobinha,
De acreditar na sua promessinha,
De comigo se casar.
Já me cansei, não quero mais,
Eu descobri teu novo amor,
Você prá mim jamais.

Não,
Eu não vou mais ser tão bobinha,
De acreditar na sua promessinha,
De comigo se casar.
Já me cansei, não quero mais,
Eu descobri teu novo amor,
Você prá mim jamais.