Relógios


As luzes se apagam e não posso ser salvo
Ondas contra as quais tentei nadar
Me colocaram de joelhos
Oh, eu imploro, eu imploro e suplico, cantando

Desapegue-se das coisas não ditas
Atire uma maçã em minha cabeça
Problema que não pode ser nomeado
Um tigre está esperando pra ser domado, cantando

Você é
Você é

Confusão que não acaba
Paredes fechadas e relógios tiquetaqueando
Vou voltar e te levar para casa
Eu não poderia parar agora que você sabe, cantando

Apareça sobre meus mares
Malditas oportunidades perdidas
Sou uma parte da cura?
Ou sou uma parte da doença?
Cantando

Você é, você é, você é
Você é, você é, você é

E nada se compara
Oh, nada se compara
E nada se compara

Você é
Você é

Lar, lar onde eu queria ir
Lar, lar onde eu queria ir
Lar, lar onde eu queria ir
Lar, lar onde eu queria ir