Se o samba combina
Deixa na rua ficar
Sei que não é sua sina
A poesia vulgar
Lição que não se ensina
Não decora, não sabe de cor
Se junto não se combina
Vamos combinar Silva Só

O samba não tem pretensão
Nem vaidade para humilhar
O samba nasce coração
E deságua no pé pra samba
Se palco pra mim é terreiro
E pisante caro é pé no chão
Meu samba é negro fagueiro
Liberto da escravidão
O samba nasceu livre
Na senzala não vai morar
E nem na casa grande
Vai querer se abrigar

Vídeo incorreto?