Vem de além mar
Negro velho, canta o samba sim sinhô
Vem de além-mar
o sofrimento do povo
Vem de além mar
E o samba é o seu grito que no Brasil entoou
Vem de além-mar
o samba e lamento
Vem de além-mar
o meu e o seu sentimento
Vem de alem mar
o verso de momento
(vem de além-mar)
A ferida e o ungüento
(vem de alem mar)
De além-mar vem vida e o canto

Vem meu sangue que é guiné ou banto
Vem de todo canto um povo formar
Vem de além-mar, vem de além mar

A alegria de um povo que enverga e não quebra
Que carrega nos ombros o peso dessa terra
E ainda tem tempo de sorrir
E ainda tem tempo de sambar.

Vídeo incorreto?