Eu vinha todo bonitinho
Vinha todo engraçadinho
De repente, olhei pro lado
Eu vi a neguinha com seu requebrado

Diga o nome dessa nega
Que bole, bole, bole, embolê
Diga o nome dessa nega
Que bole, embolê

Estava sambando com a nega
E veja o que aconteceu
Estava indo até embaixo
E de repente a coluna doeu

Diga o nome dessa nega
Que bole, bole, bole, embolê
Diga o nome dessa nega
Que bole, embolê

Pra ficar legal
Vem pra Compainha quebrar
Requebrando aqui, requebrando ali, requebrando lá
No bambolê aqui, bambolê ali, bamboleia

Bota o dedo na boquinha, aí
Ai, meu Deus, que safadinha, ui
Vai descendo, vai mainha, assim
Vai descendo dengosinha
Dê agora uma paradinha
Sobe, empina o bumbum
Quebrando de bandinha

Vídeo incorreto?