Vem à minha casa, ó doce mulher
Faz do meu coração o teu lar
Eu sei, teu Filho assim o quer
Vem à minha casa, ó doce mulher

Maria, a minha casa, agora tua casa é
Teu olhar me faz caminhar
Tua voz firmeza me dá
Esperança, sempre tenho em ti
E quando anoitece, eu sinto a tua mão
A me guiar no escuro,
A dar-me direção

Vídeo incorreto?