O amor ainda está lá


Batem à porta, dão partida no carro, ele está na estrada.
Ela ficou ali sentada, sozinha e com raiva.
Pensando no que ela deveria ter dito
Ou talvez, deveria ter ido para a cama.
Agora, as palavras dele estão rodando na cabeça dela.

Ele disse e então ela disse
E então eles gritaram juntos.
Nem um ouviu ou escutou o outro.
Palavras como nunca e você não entende,
Uma palavra, depois outra até que a coisa toda está fora de controle.

Mas, o amor ainda está lá,
Está apenas se escondendo na escuridão porque está com medo.
Agarre-se naqueles sentimentos que você sabe que são verdadeiros,
E lembre-se que essa pessoa é tudo para você.

Sereias gritam através de seus sonhos,
Ela rola para a sua direita.
Percebe que ele ainda está perdido na noite,
Sai da cama, um tanto preocupada e louca,
Reza para que ele esteja seguro, sua raiva retém seu pavor.

A porta abre e entra seu bebê,
Com um olhar na face que diz: me desculpe.
Agora não é hora de jogar jogos bobos,
Então você estender sua mão e ele faz o mesmo.