Já vem raiando a luz da madrugada
Ô companheirada vou-me despedir
Eu vou-me embora não sou deste chão
Mas meu coração eu deixarei aqui

Sei que a saudade é uma dor ingrata
Só a serenata pode disfarçá
Eu vim de longe pra te vê querida
Flor da minha vida mas vou te deixá

Esta viola minha companheira
É minha bandeira de apresentação
É o emblema que nunca se finda
Das cabocla linda lá do meu sertão

Eu vou-me embora, adeus povo amigo
Em soluço eu digo com sinceridade
Esta toada é minha homenagem
Vou seguir viagem mas levo saudade

Vídeo incorreto?