Cinco parmo faz um metro
Cinco metro dá um traço
Murtiplicado por cinco
Vinte e cinco dava o laço

Só tranço couro mateiro
Para não haver fracasso
Para minha garantia
Com nada não me embaraço

Na ponta argola coqueiro
Charruá que eu mesmo faço
Por isso tudo é seguro
Vou gorpeando só no braço

Marruá fica amuado
Sai na chincha do Picaço
Cavalo mestre na lida
Ligeiro e de puro passo

Berrante pra juntá o gado
Guaiaca pra guardá o maço
Meu revórve niquelado
Que dá tiro no compasso

Meu rancho lá na invernada
Numa vorta do riacho
Minha cabocla morena
Cabelo de cacho cacho

Sou devoto de São Jorge
Rezo pra Deus no espaço
Eu sou caboclo valente
Com nada não me embaraço

Trabaio sempre contente
Pois eu não sinto cansaço
Nos catira me conhecem
Caboclo peito de aço

Vídeo incorreto?