Ribeirão que corre, corre
Vai correndo macioso
Se ter amor fosse crime
Eu já era um criminoso

Ribeirão que corre, corre
Vai correndo macioso
Se ter amor fosse crime
Eu já era um criminoso

A paixão casou com a saudade
E vivem pra magoar
A paixão nasceu de tardinha
A saudade no madrugar

Ribeirão que corre, corre
Vai correndo macioso
Se ter amor fosse crime
Eu já era um criminoso

Ribeirão que corre, corre
Vai correndo macioso
Se ter amor fosse crime
Eu já era um criminoso

Morena quando eu quero, eu quero
Morena quando eu quero eu faço
Morena eu quero ser preso
Na corrente dos seus braços

Ribeirão que corre, corre
Vai correndo macioso
Se ter amor fosse crime
Eu já era um criminoso

Ribeirão que corre, corre
Vai correndo macioso...

Vídeo incorreto?