Refrão:
Meu amigo pare com essa cachaça
Vê se põe a mão na massa,
E cuide bem do que é seu
Estou sabendo que tem Ricardão na praça
Bebendo na sua taça, e só você não percebeu

Meu amigo só estou te alertando
O bicho está pegendo, no calor da sua cama
O safado não tem um pingo de medo
Chega em sua casa cedo
E ainda usa o seu pijama
De manhã, quando você sai pra luta
Lá de casa, a gente escuta,
Ela dizendo, ele já foi
Todos os dias é essa pouca vergonha
Larga a mão de ser pamonha
De usar, toca de boi.

Refrão:

Meu amigo deixe dessa pingaiada
Porque mulher mal amada
Não pensa nada direito
Das duas, uma ou ela pede o divórcio
Ou faz você virar sócio
No amor, com algum sujeito
Fique esperto, e não me meta nesse rolo
Coma sozinho esse bolo, que minha parte eu já fiz
Não fique aí feito uma barata tonta
Enquanto ela apronta debaixo do seu nariz.

Vídeo incorreto?