As noites não tardam mais...
Tanto faz o dia

Teu verso é bom,
Mas não compensa minha alegria

Me sinta leve, leve
Dentro do teu corpo, alguém
Que na tua mão passava assim o tempo:
Instante de estrela, muro de fel

As chaves não cabem mais
Não há mais janelas

Eu já rasguei teu endereço
Eu não tenho pressa

Ela nunca mais quis me convencer, alguém
De que já não estava aqui
Enfim, você me escondeu
Que tudo era só compaixão

Sem paixão

Vídeo incorreto?