Sempre peço pra você me esperar
E você parece sempre se perdendo
Quando será que teremos paz
Não deve ser assim

Não consigo nem ao menos te explicar
Quando olho, já passou outro momento
E você querendo me ensinar, sobre a vida: É o tempo

Não há nada mais pra te oferecer
E eu espero que lhe sirva
Isso é tudo que sobrou de mim
Dentre todas essas fotos seu sorriso se perdeu
Isso era o mais importante para mim

Sempre penso que você vai me mostrar
Coisas boas e esqueço o sofrimento
Coisas como o sol, o céu, a lua ou o mar

Pêlos novos, velhos rostos vou passar
Não existe uma palavra ou juramento
Que consiga pelo menos te evitar: É o tempo

Não há nada de errado comigo
É você que está feliz
E as vezes eu consigo também
Esquecer soluções de elevadores
E procurar as escadas de incêndio
Tudo pode ser pela última vez

Vídeo incorreto?