Eu havia prometido não voltar arrependido
Mas nem tudo que a gente diz, faz
Prometi naquela hora levar minha dor embora
Tinha tudo para ser feliz, mas

A música da estrada me obrigou voltar
Saudade consultada me mandou pra cá
A lágrima guardada resolveu chorar
Esquece que eu sou louco e me mande entrar

A música da estrada me ensinou que nós
Sofremos solitários como caracóis
Nascemos um pro outro e estamos sós
Talvez esse silêncio seja nossa voz

Lá de longe eu aprendi que o amor morava aqui
E a alegria não me acompanhou mais
Coração ainda está vivo e o que é definitivo
Só você vai me fazer feliz, faz

Vídeo incorreto?