São tantos desencontros loucos nesta vida louca
São tantos desacertos certos nesta vida pouca
São tantos esses descaminhos e amarguras quantas
E tantos são esses espinhos em nossas gargantas

São tantas curvas nas estradas muitas desavenças
Nos olhos na cor, nos carinhos, quantas diferenças
Aquele que quer não precisa, o outro não tem que deseja
Tem um que dá sua camisa pra não ver o outro chorar de tristeza

José é doido por maria, maria é louca por joão
João não sente alegria, ama conceição, conceição deseja pedro
Mas pedro não quer mais ninguém
Existe sempre alguém no mundo procurando alguém

Vídeo incorreto?