Sempre acontece ao ver um ano terminando
O desespero me revive a grande mágoa
Entro em meu quarto e as paredes me assistem
O pranto triste e os olhos rasos d'água.

Já fui feliz amei e fui amado
Uma mulher foi a minha adoração
Hoje ela vive no calor de outros braços
E para mim é mais um ano de ilusão.

Foi ela... o meu primeiro amor
Foi ela... a razão da minha dor.

E nesta hora de amargura e sofrimento
Ouça algazarra dos amigos lá na rua
A festejar mais um ano que aproxima
E esta dor em minha alma continua.

E entre eles meu rival esta presente
Infelizmente o nome dela a comentar
Sinto vergonha de mim mesmo nesta hora
Fico em meu quarto pra ninguém me ver chorar.

Vídeo incorreto?