Lá vem o homem enganar pra poder sustentar sua vida de rei
Lá vem o homem mentir para usufruir da suas próprias leis
Promete mundos e fundos e em poucos segundos se faz conhecer
Não por que eu faço e aconteço se sobre os preços eu faço descer
Aí o povo acredita, se empolga e se agita e lhe entrega o poder.

Ele some sem deixar saudade
Mas logo voltara de novo
Metendo o pau nos comparsas
Jogando outra farsa na mente do povo.

Olha lá vem o homem montado na fome do próprio operário
Cheio de contentamento ela vai dar um aumento a seu próprio salário
Cresce a criminalidade, a impunidade também é total
No leito da injustiça, ele se espreguiça em seu sono real
Pra quem não tem consciência não há diferença entre o bem e o mal

Vídeo incorreto?