Vem minha abadia
Sem negar tanto amor pra mim
Depois de uma tarde tão fria
A noite vazia termina assim
Vê, vem sentir as caricias
Aprender as malicias que tanto quer saber
Sim vou falar de tolices
Todas as delicias que vão te envolver

Quero um pouco mais de tudo
E bem mais do que tudo eu vou te conceder
Vem que o amor pede a carne
Essa minha vontade me explode de prazer.
Vem, vem saber do meu gosto
Vem, vem provar do meu beijo
Já posso ver no teu rosto
Coisas de amor e desejo

Vem minha abadia
Esperei ter você assim
Mulher, amor que eu desejo
E agora deixo esse corpo decidir
Deixa eu deitar nessa cama
Que sempre te inflama quando quer prazer
Vou te fazer acordada
Sonhar na madrugada, beijá-la e dizer

Vídeo incorreto?