Isso aqui é o umbigo do mundo
Isso aqui é o umbigo do mundo

Onde a beleza tem muitas caras
cores e raças, misturas raras
peles de ébano, de sangue indígena
olhos que brilham como esmeraldas,
caras mestiças de uma nova era
como o futuro que está chegando
sob o sol no umbigo do mundo
e todo mundo está sambando.

Refrão:

Isso aqui é o umbigo do mundo
poço sem fundo da imaginação
deues e diabo
entre o céu e o chão
selva e cidade,
litoral, sertão
ondas sonoras, ritmo paixão
ondes os amores se transformam em canção
onde as regras são excessão
vida batida na palma da mão

Refrão:

Fonte incesante
de uma nova energia
ponto de encontro entre
o silêncio e o som
é o tempo que samba
na voz de João
na nova batida
que inventa a nação
na beira da praia
no eterno verão
na moça que passa
na voz do violão
no balanço da bossa
de Vin e de Tom
num rio de poesias
num mar de canções.

Refrão:


Isso aqui é o umbigo do mundo
ao som do mar
e a luz do céu profundo
fonte de esperança
de uma nova vida
pulmão de uma raça amorosa e sofrida
que canta e dança
e que veste de luz
a força e a magia
de seus corpos nus
sob o sol no umbigo do mundo
essa é a magia que vem lá do fundo.

Vídeo incorreto?