A elétrica magia da nação
Um liquidificador de orixás
Lá na praça o poeta estende a mão
E a voz do povo canta

Quero ver rolar
Suingue à brasileira
O groove do timbau
Descendo a ladeira
Quero ver rolar
Um naípe assim de tamborim
Um fundo de quintal
E o som da metaleira

Ai ai ai ai ai à moda brasileira canta
Ai ai ai ai ai à moda brasileira amor
Ai ai ai ai ai à moda brasileira canta
Ai ai ai ai ai à moda brasileira amor

Vem morar na minha casa
Venha ver o sol nascer
Pra lavar a minha alma
Terra fértil nunca seca

Vídeo incorreto?