Mais uma pessoa jogada nas ruas
E você não percebeu
Mais uma prova da sua miséria
Que você finge não perceber
O que há de errado em sua vida
O que é que foi que aconteceu
Você não pode dizer que apenas se acostumou

Tragédias diárias vividas, nas ruas do brasil
Você fingiu que não viu e também que não ouviu
Erros da vida lapsos de percepção
Diariamente e você sequer estende a mão

Mais um pretinho jogado nas ruas
E você se enfureceu
Por onde é que você esteve por todos esses anos
Por onde é que você andou
Esperando sentado que um dia tudo vá melhorar

Tragédias diárias vividas nas ruas de um país
Nem olhar para lado e fingir que é feliz
E nem a violência vivida diariamente faz você mudar
E melhor ficar sentado e esperar até morrer

E sobre a miséria e a televisão
E sobre o governo e o cidadão
E sobre nossas vidas meu irmão
E sobre o estado e a constituição
E sobre tudo....
Diariamente, diariamente
Diariamente

Vídeo incorreto?