Tratar as pessoas como se tivessem dito o que fazer
O mal que fez a si mesmo, sempre rogado desejando
Por mais silêncio que pudesse haver
Não era só por mim

Suportar as tarjas, censuras e escolhas
Em tudo há consequência
Tente aceitar a sua...
Assuma o que é teu

Para outros todo mal
Como é fácil apontar
Este é o seu melhor
Tudo que pode demonstrar?
Eu sei nunca vai ouvir
Que Deus é esse o seu?
Que reza só pra si!

Suportar as tarjas, censuras e escolhas
Em tudo há consequência
Tente aceitar a tua...
Assuma o que é teu

Ainda bem que insisti em esperar o pior
E ver em copos vazios uma escolha melhor
Não exercer o poder, vindo de ideias tão burras
E aceitar que você podia ser muito mais
Talvez tenha sido cego
Mas continuei por paixão
Se o dinheiro não veio, e ninguém pode pagar
Não precisava ter feito, o que fez!

Tente outra vez
(Ou esqueça pra sempre)
Tornar melhor
(Você acha que pode?)
Tente outra vez
(Outra oportunidade)

Vídeo incorreto?