Meus pés não me conduzem mais pra onde quero
Pra trabalhar, vou pagar bem caro nessa bota de ferro
As ruas da cidade vestem rios de uma sopa preta
Onda de calor refletida num deserto vertical

E o sol faz seu papel...como sempre fez!

Quantos graus a mais? Posso suportar!
Esperando suas lentas decisões?

Procuro pedras frias pra não me queimar
Onde ando, me protejo, não me comprometo
Não me importa todo esse inferno escaldante
Preciso andar bem rápido de encontro àquela miragem

E o sol faz seu papel...como nunca fez

Poeira sobre minha pele, combustão nada espontânea
Veias infladas prestes a explodir
Quanto tempo até tudo queimar

Quantos graus a mais? Posso suportar!
Esperando suas lentas decisões?

Vídeo incorreto?