Eu tava quieto no meu canto e veio você
Me aperrear aporrinhar meu coração
Quebrou a porta do armário do meu peito
Bagunçou tudo derramou tudo no chão
Você não tinha nada de dizer que me amava
Você não tinha nada de dizer que me queria
Você não tinha nada que tocar minha cantiga
Você não tinha nada que virar minha poesia.

Fez dos meus braços armador pra sua rede
Matou a sede quando quis nos beijos meu.
Buscou descanso pro seu corpo no meu corpo
Depois partiu bateu a porta e disse adeus
Adeus, agora quem lhe diz sou eu.
Não volte você vai se machucar
Não venha procurar mais meus carinhos
Se toque e fique lá que eu fico cá.

Vídeo incorreto?