Teu coração é meu repouso
Descanso do meu cansaço
Num gesto carinhoso
Do aperto no abraço.


Minha alegria todo dia
Cura da minha enfermidade
O agasalho, noite fria
De dia já bate saudade.


Ana,
O a mor de ti emana
Nos teus lábios um sorriso que apaixona
É tudo que vou sempre precisar.

Ana,
Mulher cheia de graça
Com desafio a vida abraça
Pra não me machucar


Ana é minha coragem
Certeza da minha verdade
E quando olho tua imagem
Nela vejo a realidade


Mulher do meu costume
Teu perfume em mim varia.
Pisca na noite um vagalume
Clareia o rosto de maria.