Foram versos de amor, foram cartas
Foram partes de nós, foram marcas
Foi, o coração quem pediu pra dizer adeus

Foram sonhos de amor, foram noites
Eu no sonho a pensar que você não vem
Nem me encontrar, nem me ouvir,
Nem dizer meu bem

Foram tantos sonhos pra viver
Que me custa entender, e hoje é nada

Tudo aquilo que eu consigo ser
Não consegue esquecer a namorada
Que me faz estremecer

Foram juras e foram carinhos
Foram beijos e brigas sozinhos
Eu sei,

que não se pode evitar a palavra amor

Sempre muito e sempre um pouco
Assim são as estórias
são loucos,
Caminhos estradas em forma de coração.

Foram tantos sonhos pra viver
Que me custa entender, e hoje é nada

Tudo aquilo que eu consigo ser
Não consegue esquecer a namorada
Que me faz estremecer

Vídeo incorreto?