Trocas-te a escola pela esmola numa esquina apertada
Tudo o que tinhas em abuso hoje ja nao tens nada

Uma rotina acelerada que te passa a 200
Pessoas viram-te a cara, ja nao vez comprimentos

Olha para isso, perdido na rua tu bebes e fumas
E os trocos que tens no bolso sao dos carros que arrumas

Dentro de uma garrafa que foi vazada em vao
A tua cama o teu colechao, hoje em dia so cartao no chao

Gamas cigarro ao lado, olha para ti
O tabaco tirou-te os dentes, ja ninguem te sorri

A vida que tinhas de sonho, cheio de mamas e papos
Passou a ser uma desgraça as tuas roupas sao trapos

Ja nem sapatos tens, tu passas noites a fio
Comprometido com a fome mas tas casado com o frio
Tu vez o que ninguem viu

Mas aguentas a brasa
Pois secalhar tu tas na rua mas tens filhas em casa e o dia passa

Saudades da mulher nao tens nao
Ela sempre te achou fera mas preferia o patrao

Desculpas e mais desculpas que nao ganhava um tostao
Mas os bicos que ela fazia davam guita pa pensao

Ja no jogo cultivas-te uma alma viciada
So nao apostas-te os filhos porque nao valiam nada

Projetos de uma vida que tu tinhas desenhada
Fizes-te a reviravolta e acabas-te na calçada

Foi na rua que voas-te, gamas-te a primeira pedra
Com amigos bem fingidos que so te queriam ver na merda

Hoje tens toberculose e a tosse sai da garganta
Vez as horas a passar o vento fura qualquer manta

Que te dao, perdes a noçao, comunicação
Porque as vezes para curar tu tens que levar um puxao

Tu agora so corres, nao encontras o coito
A tua sina foi ditada, foste de 80 para 8

Antigamente uma casa, hoje a beira do esgoto
Aprendes-te a viver mas por teres o teu bolso roto

E la vais tu com chapeus na mão e calsa parolas
Tempo apos tempo em dias de chuva tu contas as gotas

É ai que te aprecebes boy, o que e que eu faço aqui
Porque no meio desta merda ha mais 2000 iguais a ti

Porque a vida diz que sim, mas tambem diz que nao
Se ha guita para tar de pe porque que muitos estao no chao

Nao têm nem sequer uma migalha
Atrapalha o vento porque o tempo ardente nao agasalha

E a soluçao?
Esta direcionada pra gente
Dêm uma sopa a precisa tirem a popa da frente

Nao têm nem sequer uma migalha
Atrapalha o vento porque o tempo ardente nao agasalha

E a soluçao?
Esta direcionada pra gente
Dêm uma sopa a precisa tirem a popa da frente

E eu vejo tudo

O que eu nao quero tambem
Se alguma vez vi tristeza foi no rosto da tua mae

Cada promessa que davas dizendo que eras alguem
Marcado, todo chupado dizendo, esta tudo bem

Tas la quase e eu nao quero que partas
Voas-te com o peter pan, trocas-te joias por cartas

Vez a tristeza a chegar enquanto a alegria se esconde
Trocas-te as falas por cartas so que ninguem te responde

Tudo aquilo que era um sonho, hoje é um pesadelo
A comida nao repara, barba maior que o cabelo

Tens a vida do avesso boy olha po teu estado
Tropa agora tu sorris mas tu tas embriagado

E é nessa altura que a bebida te começa a fraquejar
Tas sentado num degrau sentes tas a jogar

Pois durante o teu passado sempre foste a mae fiel
E ha outra em tua casa a fazer o teu papel

Alguem te de um futuro eu nao sei se mereces
Deixas-te a vida a uma cobra so para andar aos s's

Numa floresta que nao presta e que te baixa a auto estima
Numa culher que vias sopa agora so vez heroina

E a menina dos teus olhos que achavas que era magra
Tambem esta toda agarrada so que o cota tinha paca, so se estraga

Tudo o que é demais para ela nao chega
E la no bairro, ja e conhecida por ser pega

E os amigos que te deram na cabeça e te apoiaram
Que deram sangue para essas veias foram os que ja secaram

Eles partiram foi por ti, sorriram e choraram
Nos momentos maus e bons tiveram bem e nao lucraram

Entao fala que a voz é roca
E a barriga que esta oca
E tu vez que a tua vida é uma bala no ceu da boca

Entao toma, come uma sopa
Nao dou casa mas dou roupa
E nao se arruma uma peuga
Men os homens passa pouca

Ha quem viva sem pulmao ou ate sem um rim
A quem tenha um sofa e esta no banco do jardim
É o que eu vejo ao pe de mim

Uns têm outros nao
Mendigos agredidos pela populaçao

E a quem roube e ha quem nao
Se tens a morte a morte na lista
Antes do ultimo passo lembra-te que nao es paraquedista

Para tudo que ta rua seja bom ou mau artista
Nao se deixem afogar pela agua que vai na pista

Nao têm nem sequer uma migalha
Atrapalha o vento porque o tempo ardente nao agasalha

E a soluçao?
Esta direcionada pra gente
Dêm uma sopa a precisa tirem a popa da frente

Nao têm nem sequer uma migalha
Atrapalha o vento porque o tempo ardente nao agasalha

E a soluçao?
Esta direcionada pra gente
Dêm uma sopa a precisa tirem a popa da frente

Porque os tropas estao no chao.

Vídeo incorreto?