Era só um caso passageiro
Mas logo depois virou paixão
Até se tornar um desespero, dois amores verdadeiros dentro de um só coração Coração que já não vê a hora
De resolver esse problema meu
Mas se ele escolhe uma, a outra chora, fica triste, vai embora
Quem vai chorar sou eu

Quem vai chorar, quem vai chorar sou eu
Se uma delas vai embora, quem chora sou eu
Feito encomenda e sob medida, novamente em minha vida o amor se fez valer
Eu que já tinha o meu querer bem
Agora vem um outro alguém, um outro bem-querer
Dois é bom e um é pouco
Mas não tava bom pra mim
Eu tava era ficando louco
Quando alguém (Zeca) me disse assim:
É devagar, devagarinho, na levada do Martinho que se leva a vida, amigo meu
Muita calma nessa hora, é devagar
Ponha as mãos pro céu e agradeça a Deus
Deixa a vida te levar
Isso não é direito, mas também não é direito você se culpar
Quem tem amor no peito, sempre encontra um jeito pra ninguém chorar

Vídeo incorreto?