Lá estava eu
De frente pro mar
Quando ouvi ela cantar
Linda sabiá
A de laranjeira
Doce sereia, flor do mar.

Admirando o vai e vem das ondas
Me encontrava em tristeza sem fim,
Olhando as águas aquecendo as rosas
Senti um doce cheiro de alecrim.

Neste momento eu ouvi palavras
Simbolizando o verdadeiro amor,
E calmamente o vento soprava
A mana chara do oráquio.

Estasiado por tanta beleza
Via a tristeza se afastar de mim
Vai sabiá e traga a minha princesa
No sofrimento ponha logo um fim.

Vá sabiá,
Traga ela de volta pra mim.
Com certeza eu vou recompensar
Com perfume, rosas e alecrim.

Vídeo incorreto?