Eu duvido,
Duvido que você já se esqueceu de nós,
Dos beijos, dos abraços, dos doces momentos,
Das noites em que o sono nos deixou assós...

Não tem jeito,
Distantes um do outro não vamos viver,
E as noites que agora demoram passar,
E o sono já não vem e me faz recordar,
Que a gente era feliz e não sabia.

Acredito,
Que você também sente saudade,
Seu corpo se aquece a vontade,
Desperta o desejo de me amar...

Não desisto,
De voltar a viver como era antes,
Ser seu melhor amigo, seu amante,
Sua pele macia voltar a tocar.