BUCHADA DE BODE
(José Victor da Viola)

Comi no domingô
buchadá de bodê com carnê de porcô,
e o miojô que restou dontê,
evaporou, evaporou...

Comê suã faz suá, comê suã faz suá,
e me deu suador,
vai cê bom lá longê, buchadá de bodê,
com carnê de porcô!

E hajá figadô, e hajá figadô,
e hajá figadô...
vai cê bom lá longê, buchadá de bodê,
com carnê de porcô...

Vídeo incorreto?