DOIS CORAÇÕES E UMA HISTÓRIA
(Carlos Randall - Danimar)

No meio da conversa, de um caso terminando,
um fala o outro escuta, os olhos vão chorando,
a lógica de tudo é o desamor que chega
depois que um descobre que o outro não se entrega...

Quem vai sair arruma as coisas põe na mala,
enquanto o outro fuma um cigarro na sala,
e o coração palhaço, começa a bater forte,
quem fica não deseja que o outro tenha sorte.

E longe um do outro, a vida é toda errada,
o homem não se importa com a roupa amarrotada,
e a mulher em crise, quantas vezes chora
a dor de ter perdido um grande amor que foi embora.

Mas quando vem a volta, o homem se arruma,
faz barba, lava o carro, se banha e se perfuma,
liga pro amigo que tanto lhe deu forças,
e jura nunca mais vai perder essa moça...

e a mulher se abraça à mãe diz obrigado
e põe aquela roupa que agrada o seu amado,
e passa a tarde toda cuidando da beleza,
jantar à luz de velas e amor de sobremesa.

E perto um do outro, a vida é diferente
a solidão dá espaço pro amor que estava ausente,
quem olha não tem jeito de duvidar agora
a força da paixão que tem
dois corações e uma história.

Vídeo incorreto?