Cansei de pela vida andar a procurar
Alguém que enfim ocupe o teu lugar,
Não há ninguém, não há nem pode haver;

Cansei de procurar em outro coração
Amor à luz diurna da razão,
Não há ninguém, não há nem pode haver.

Achei, agora eu sei o amor não se procura,
É criador e a própria criatura
Só é o amor, o amor pelo amor...

Eu sei, na minha vida a linha está traçada,
Terá que ser assim ou tudo ou nada,
Ou teu amor, ou mais ninguém.

Vídeo incorreto?