Desejo


Eu te abraço com amor fortemente e mudo sua cor...
Meu coração cheio de amor arde em chamas ferozmente...
Eu acredito no desejo.

Eu tranco a porta devagar, e escuto os passos diminuírem...
Só o seu carinho insignificante é o que sinto aqui no sofá.
E quando amanhece, será como se nada tivesse acontecido.
Apenas quando podemos nos ver o tempo anda novamente.
Eu não preciso de promessas ou da sua realidade.
Eu sei de quem é este calor...
Vou te abraçar profundamente, com amor e mudar a sua cor...
Frágil e bonita como o desabrochar de uma rosa...
Eu acredito no desejo.

Eu nunca tinha sequer cometido qualquer erro
Até a hora em que peguei no sono em seus braços.
Um telefonema no meio da noite, eu não consigo esconder minha desorientação...
Estou com medo do que a pessoa fale.
Agora depressa eu vou te abraçar e te aquecer...
Isso é mais certo que... Qualquer telefonema mentiroso...
Eu acredito no desejo.

Não posso me afastar... Do seu susurro, e de mãos dadas
Juntos, com raiva... Chegamos ao amanhacer...

Eu te abraço com amor fortemente e mudo sua cor...
Meu coração cheio de amor arde em chamas ferozmente...
Eu acredito no desejo.