A roda gira e o automóvel vai
Cortando a imensidão
O sol desponta feito um arco em u
E o universo é quase o mesmo é só farol de lá para cá
Daqui para lá bambém mas rubro é só a mae

Eu também
Sonhei ser ladrão
Matar por prazer
Posar de colecionador de obituários
Eu também tive um sonho desses tempo atrás
Mas sonho é sonho eu sei posar de bom e eu sei o meu lugar
Entao fico aqui sentado sem falar
Porque lá no som da mente o fluxo anda
E aqui as rodas vão parar

Aaaaaaaah transito ilegal na culpa dos governos mal munidos
de dinheiro para deixar a rua maior
Mas do heliporto a vista é bela e bem carnuda né
E lá de cima em fato tudo é tão pequeno
Depultado sem discurso procurando inspiração
Paz para quem domina
E Nao para as grandes multidões
Luxo para os covardes
Receberem saudações
Sério e vão resquício de igualdade entre nações
Sério e vão resquício de igualdade entre nações
Sério e vão resquício de igualdade entre nações