Se eu não soltar
Se eu não lhe confiar minha mão
Há sempre marcas no passado
Para o que ainda irei seguir

Se eu não julgar
Sem ter culpado ou sem Ternura
Ao seu alcance eu deixo a escolha incerta
Para Chorar ou para Sorrir

O anjo toca as nuvens
A coragem toca o forte
A violência toca a todos
Quando a paz já não nos toca
E quando a guerra já não chora os outros
Eu finjo estar em Paz

Nem redenção para o seu alívio
Eu sei, tão diferente e tão igual
Eu dei razão para o teu conceito
E quase me Feri
Mas se entregar para o predador
É consequência e é ilusão
Pois nunca serei seu, não vai mudar
Desculpe então ...

Se eu não acreditar
É só porque eu já caí
Cada um carrega a sua proteção para sobreviver
Mas eu não resistir
E alguém dizer que eu to errado
Eu vou mentir, e enganar, e eu vou deixar de estar ao
teu lado

Vídeo incorreto?