Tranca a porta eu passo bem
Sem estar em casa eu como o lixo
Eu como quem tem
Morada-aberta e não foge
Assim que eu mostro os meus
Demónios são assim-assim
Não metem medo
O que mete medo é eu sentir
Que o fim
Se aproxima a cada passo
E eu penso em não voltar
Mas voltei

Senti-me mal
Assim que entrei aqui
Senti-me mal
Assim que eu que olhei para ti
É sempre igual
Mas fico até ao fim
E é sempre a calma o que me prende a ti
Mas quem sabe um dia acaba aqui

Parto a medo disso sou capaz
O que eu queria mesmo era
Sair e sem olhar para trás
Batia a porta a avisar: não sei quando volto não
Chores mais
Quero um tempo só para ti
Para já o que eu tenho é pouco
E é muito o tempo gasto aqui
Quero encontrar na Terra o Céu Inferno
E nem da cama eu saí

Senti-me mal
Assim que entrei aqui
Senti-me mal
Assim que eu que olhei para ti
É sempre igual
Mas fico até ao fim
E é sempre a calma o que me prende a ti
Mas quem sabe um dia acaba aqui

Senti-me mal
Eu senti-me mal
Eu senti-me mal
Eu senti-me mal
Aqui.

Vídeo incorreto?