Me apareceu tal rainha
Qual estrela pelo chão
No decote a sianinha
E a fileira de botão

Elogiei seu vestido
Pra dizer que era nobre
Feito um rei oferecido
Eu estou às suas ordens

As ordens foram servidas
Com muito amor e paixão
De mil juras prometidas
Surge um único varão

Na festa de Deus-menino
Após dois anos de corte
Levou um menino à lida
Quase me levou à morte

O que sobrou de nós dois
Não dá nem pra repartir
O pior veio depois
Quando pude conferir
Pelos tracos desse filho
Dá pra ver a minha estória
Um sofrer que vem de longe
Acobertado de glória

Vídeo incorreto?