Somos todos filhos da guerra
E vivemos trancados em selas
Por governantes medíocres que só fazem todos sofrer
E não vejo saída pra nós
Só mesmo escutar uma voz
Que vai me dizer lá no fundo do poço o que é viver

Governantes cretinos dispersando afagos
Sangue de vampiro um pouco mais amargo
É uma velharia a apodrecer
Que ainda tentam nos convencer
Que são solução para o nosso futuro
Mas o que eles fazem é pular o muro
Com suas promessas de Lúcifer

Mas pra eles nós somos lixo
Nos tratam pior do que bicho
E nunca tem nada de bom pra nos oferecer
Estão em jornais e revistas
Sempre no meio dos artistas
E se sentem o maior com todo esse poder
Mas eles querem uma coisa de nós
E não é ouvir nossa voz
Querem nosso voto para conseguir vencer

REFRÃO

Embaixo da terra somos todos iguais
Nos só queremos é viver em paz
E levar uma vida digna de um cidadão
Que paga impostos do ar que respira
Que vê na policia uma grande anarquia
Mas que tem em si próprio as armas pra sobreviver

REFRÃO

Vídeo incorreto?