Um punhal
Que cria motivos e liberta as amarras
Mas sempre tem final

Um papel
Escrito com vitórias, desejos e sinas
Que arranham o céu

Eu consigo ver
Só quando fecho os meus olhos
Mas posso entender

Refrão
Mesmo com razão
Nenhum coração
Tem que ser perfeito

Todo mal
Faz bem a uma verdade ferida,
Em busca do que acha normal

Por um troféu
Que não julga, subestima ou priva
Só abraça

Eu consigo ver
Só quando fecho os meus olhos
Mas posso entender

Refrão
Mesmo com razão,
Nenhum coração
Tem que ser perfeito

Mesmo sem razão, s
Sempre há perdão
Pra entender os erros

Vídeo incorreto?