Eu sai cedo cavalgando na fazenda
Deixando minha morena
Sem ter hora pra voltar
E na estrada de longe fui avistando
A boiada ia passando
E o berrante a tocar

Começa o dia
Sol nascente lá na serra
Lembrando da minha terra
Dá vontade de chorar
Eu quero ver essa toada
Cantando forte
Eu to indo é lá pro norte
Não sei quando vou voltar

E a cantar, cantar, cantar eia
A cavalgar, a cavalgar eia
Não espere meu amor
Não tenho hora pra voltar

A mata virgem
Lá no alto da colina
Céu azul que me fascina
A beleza do viver
A natureza
Mostra a terra o céu e a água
Contando minha jornada
Passa o dia a escurecer