Ontem
Eu cheguei meio cansado
Abatido e chateado
Com a minha situação
Vim fazendo
Minhas contas no caminho
Pra pagar o terreninho
Que comprei a prestação
Olha
Que fazem tantos anos
Que a casa está só nos planos
E eu já não aguento mais
Tem hora
Que penso sinceramente
Que o homem realmente
É o pior dos animais
Deus
Fez este mundo gigante
Com água e terra bastante
Para ninguém se queixar
Mas inventaram
O danado do dinheiro
Este foi o pioneiro
Pra ganancia começar

O homem
Esquece a santa escritura
Pensa somente em fartura
Compra e vende o que é de deus
Rouba
Mata o seu irmão na cruz
Vende água, terra e luz
Tudo que nunca foi seu
Goza
De mordomias e ferias
Deixa o irmão na miséria
E prega destruição
Aumenta
Os armamentos de guerra
Joga fogo sobre a terra
E pede votos na eleição
Deus
Nos deixou tudo de graça
Sem preconceito de raça
De pobre ou de tubarão
Mas o homem
Exige soberania
Duvido que algum dia
Também compre o seu perdão