Tô de cara na cachaça
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Garçom amigo venha sente aqui
Mas traga o litro aí
Que esse já secou
Não faz um mês e já parece um ano
Que a mulher que eu amo
Me deixou, ôôuôô...
Garçom eu sei que estou te perturbando
Tô te alugando
Só pra conversar
Mas é por que o homem apaixonado
Quando desprezado quer desabafar
Garçom e quando eu ficar melado
Altamente embriagado
Não falar coisa com coisa
Sabe a culpa de quem é
Te peço se eu dormir aqui não me chame
Faça a conta sem vexame
Só dormindo esqueço um pouco
Aquela mulher

Tô de cara na cachaça
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Todo o dia eu tomo porre
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Garçom e quando eu ficar melado
Altamente embriagado
Não falar coisa com coisa
Sabe a culpa de quem é
Te peço se eu dormir aqui não me chame
Faça a conta sem vexame
Só dormindo esqueço um pouco
Aquela mulher

Tô de cara na cachaça
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Todo o dia eu tomo porre
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Tô de cara na cachaça
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Todo o dia eu tomo porre
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Tô de cara na cachaça
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Todo o dia eu tomo porre
E a culpada é ela
E a culpada é ela
E a culpada é ela

Vídeo incorreto?