Eu não posso deixar pra depois
Não sei o que está por vir
Se é loucura o que não tem razão

Sonho, logo sou louco, louco, louco!
Sonho, logo sou louco, louco, louco!

Você me diz que não se importa
E eu não to nem aí
Adiantando o meu lado
Eu vou cantar pra subir
(Eu vou cantar assim)

Durante a semana eu vou sempre pro trabalho
É sempre a mesma coisa, das 6h às 18h eu ralo
E nesse picadeiro eu sou sempre o palhaço
Mas é sexta-feira, só o cansaço
Eu to guardando pra curtir depois

RAP:
"Edifício, é difícil, na vida há obstáculos
Marmitas no andaime, abismo disfarçado
O louco caminho não me espanta, a estrada eu mesmo traço
Aí enraíza a ignorância, tem uma pedra no meu sapato
E da cultura, educação, não deixa marinar!
Nunca perca seu espaço jamais ceda o seu lugar
Alguém ja disse que o preto e o pobre são os "mané" da quebrada
E é nisso que alguns querem nos fazer acreditar
Abra sua mente pro que eu tenho pra lhe dizer
Faz tempo o tempo passa e não para de correr
Você é o pavio da bomba, escolha a melhor onda
Ah, o que falo não é lombra, não ponho palavra à toa
Falo sério pra você saber, a vida é pra se viver
Eu ponho o coração, corpo e a razão no que decidir fazer
E pensem o que quiserem pensar
Digam o que quiserem dizer: acredite em você."

(Não sei se é mentira)
(Mas não vou deixar pra depois)
(Não sei se é mentira)
(Mas não vou deixar pra depois)
(Não sei se é mentira)
Eu não vou deixar pra lá!

(Não sei se é mentira)
(Mas não vou deixar pra depois)
(Não sei se é mentira)
(Eu não vou deixar pra depois)
(Não sei se é mentira)
Eu não vou, não, não, não!

Vídeo incorreto?