Pranto,
Desespero de quem ama
Tanto
Que pra suportar a chama
Quanto mais cada nota é um lamento de dor
Que a minha voz soa tão triste
Cantando lágrimas de amor
Pranto,
Enquanto envergonhado os olhos de infinito amor
No peito amargurado grita
Meu desejo é chorar
Quando sem poder manter a calma
Para aliviar minh'alma o pranto se derramar
Peço que de mim não sintam pena
Aos amigos peço apenas respeito pra minha dor
Mas se algum tempo mais tarde me virem sorrindo
Não me condenem pensando que estava fingindo
Todo coração desesperado
Só descansa sossegado nos braços de um novo amor

Mas pranto...

Vídeo incorreto?