Samba
Com você posso falar do meu drama
Ela diz que o mundo agora me chama
E o nosso amor terminou
Samba
Você bem conhece os meus desenganos
E aquela de quem tanto reclamo
Desconhece o grande mal que causou
Samba
Desta vez eu não trago alegria
Nem precisa soprar melodias que eu não posso cantar
Venha
Dê-me um verso sem traços de mágoas
Pois, quem sabe, talvez ele traga
Um alívio pro meu penar

Esse amor que tanto quero
Pelo qual me desespero
Não escuta o meu cantar
E agora que vem o castigo
Só você é quem pode me consolar
Sinto a voz do desencanto
Me dizer: ela nunca voltará
Portanto, você meu amigo,
Não deixe meu sonho acabar

Vídeo incorreto?